“aquela mulher escondida na letra de tantas canções.”

Padrão

[b]Quem sou?[/b]

A Luiza de Tom, nesta neve toda.

Carolina, mas de Caetano, de seu Jorge, seria pretensão.

Clarisse, de Renato, com seus eternos 14 anos.

Beatriz, atriz dos pés flutuantes, só podia, de Chico.

Dele também seria Bárbara, a que cala a boca mesmo.

Mariana, valsa linda, Yamandú.

Fada azul, do meu eterno amor, Oswaldo Montenegro.

Maricotinha, de Caetano, porém com a Bethânia, dela sim são meus segredos.

Kátia Flávia, por que não? Toda mulher é um pouquinho.

Janaína, mas não acordo as 4:30, desculpa, Bruno Gouveia.

Morena tropicana, só se for de capricórnio Alceu Valença.

Natasha, que dança enquanto o mundo acaba.Obrigada, Dinho Ouro Preto, grande inspiração.

Leila, Nathália, das mulheres do Renato, sou todas.

Zoé, a ruivinha do Nando.

Camila, Camila, Camila, nenhuma de nós.

A impaciente Beth, do Kiss. Ana, dos Boleros de Gessinger.

Pagu, da Rita, Louca e Viva, como só nós.

Iansã, das tempestades todas.

Até Ana Júlia, quem não é?

Linda Rosa, da Gadú.

Black Bird, dos Beatles.

E de Vinicius, Dora.

LiLy Braun, meu Chico me conhece tanto assim.

Michelle, da minha eterna arma de rosas.

Layla, do Clapton.

Que tal Iolanda?

Roupa Nova? Dona.

E por fim, de Maroon, mas com 5, só Vanessa, assim mesmo.

[b]Prazer em conhecê-lo ^^[/b]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s