Catavento e Girassol

Padrão

Das semelhanças, faço pouco caso: eu gosto é das diferenças.Duas coisas iguais, não se atraem, se repelem; não se completam, se transbordam.Se soubermos aprender com o que nos difere, o céu é o limite para nós dois. É arriscado, com certeza, mas em se tratando de relacionar-se, nada é fácil, nem certo, nem eterno. O importante é fazer-se crescer, evoluir e do outro, esperar que evolua também, amar necessita de maturidade.Não aquela que vem obrigatoriamente com os anos, só a que vem com o esforço diário, com as pequenas vontades, com o empenho de compreender. Faço votos que todos sejam cada vez mais diferentes, assim as possibilidades de evolução são maiores. É quase como a genética: é preciso a diversidade, a variabilidade, para produzir mais espécies, mais tipos de indivíduos.Em relação as evoluções mentais, também não é diferente. É preciso debate, para fazer uma lei. É preciso do voto, pra decidir um país. É preciso mais que um pensamento, mais que uma vivência, mais que uma história. Então, as diferenças são um mal necessário …né?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s